sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

A sala do Coliseu Micaelense estava bonita, que estava. Um Coliseu pilhado de gente. Gajas com vestidos de todas a cores, de todos os feitios, penteados para todos os gostos (e desgostos). Já os gajos, já se sabe que não têm muito por onde inovar. É enfiar um smoking e transformam-se rapidamente em pinguins. Encontrei muitos amigos e conhecidos. Disse “Bom ano” algumas quinhentas vezes. Estou rouca. Com o barulho instalado que estava bem que podia ter optado por fazer playback, que acho que alguns nem iam dar por isso. Que me lembre não tropecei nenhuma vez, não pisei ninguém, não entornei nenhum copo, não dei empurrões (se bem que em certas zonas com mais tráfego, deu-me vontadinha de descer o nível). Também não gamei bebida alheia do camarote. Bem comportadinha, portanto. Foi até às 7h30 da manhã com os meus saltos com 12 cm a bailar, a subir e a descer escadas, a andar pelos corredores, a visitar camarotes e a apanhar correntes de ar (geladas!). Diz que foi uma noite gira. A minha voz está sensual. E só por isto, já valeu a pena.

2 baloiçaram:

O Meu Blog disse...

:)
Deve ter sido giro.

Bjinho **

Anónimo disse...

Há quem diga que é uma festa saloia, mas não perde uma! ;) Não dançaste comigo, sorte a tua que sou pé-de-chumbo.
Bjssss

D

Enviar um comentário